icon
Meu carrinho
Carrinho Vazio

KIT MANETE FREIO + EMBREAGEM

Comparar Produto
Filtrar

Manetes para motocross

 

Os manetes são peças indispensáveis para que o funcionamento da moto atinja toda a qualidade possível. Eles não oferecem uma estrutura complexa de funcionamento, e são responsáveis por fazer a ponte para o guidão.

Através dos manetes, a moto pode oferecer maior segurança nas frenagens, além de facilitar a troca de marchas. A mobilidade deles também é indicado para quem deseja fazer trilhas por terrenos mais difíceis.

Qual a importância dos manetes?

 

Os manetes são conhecidos por oferecer a dose exata de resistência, pois são capazes de se fixar junto aos guidões das motos até mesmo em situações que envolvem trepidações e impactos.

 

Dessa maneira, eles são produzidos com materiais como metais (aço, aço inoxidável e alumínio), obtendo uma maior leveza em todo o conjunto. A sua fixação no guidão pode oferecer a possibilidade de ser regulável, pois nem todos os guidões têm a mesma medida de diâmetro na área de controle.

 

Um detalhe importante a ser observado é de que não existe manete universal. Por conta de cada fabricante mudar detalhes de parafusos e encaixes, esses mesmos encaixes para as manetes de câmbio e de freio são diferentes.

Como escolher o tipo de manete ideal?

 

Os manetes, apesar de alguns pilotos pensarem o contrário, são extremamente importantes para a pilotagem, pois eles se adaptam ao estilo da moto e do esportista, e podem demonstrar muitas diferenças, dependendo do veículo utilizado.

Abaixo, você pode verificar os principais aspectos que tornam o manete um objeto essencial:

Maciez

 

A maciez é muito condicionada ao modo como o manete se encontra preso ao manicoto, e também em relação ao tipo de manete utilizado, mas existem modelos que apresentam uma grande capacidade de ajustes das molas e dos parafusos.

 

Esses ajustes garantem uma melhora na pilotagem, por fazer com que a pressão das mãos se torne suficiente para as frenagens e trocas de marchas, facilitando a realização de um trajeto mais completo.

Durabilidade

 

Um dos acontecimentos mais comuns para os pilotos é o de cair e quebrar o manete. Isso normalmente acontece no pivô ou na mola, que são os pontos mais fracos do objeto. Esse problema ocorre por conta do ângulo ou da intensidade de impacto.

 

É importante entender que essa quebra nada tem a ver com a durabilidade. Ela não é afetada pelo uso ou clima, até porque os materiais que compõem os manetes são feitos de aço, aço inoxidável e alumínio, que tendem a ser mais resistentes.

Design

 

O formato do manete pode ser um fator preponderante na hora de causar interferências na pilotagem. Por alguns modelos serem mais curvos, menores e arredondados, e que são responsáveis por essa diferenciação.

 

Mas isso não é necessariamente algo ruim. Os modelos com acabamentos diferenciados permitem uma melhor aderência das luvas de motocross. Mesmo essa questão sendo muito mais ligada a um gosto pessoal, ela está diretamente ligada com a pegada do piloto.

Manetes retráteis

Os manetes retráteis, além do estilo diferenciado, contam com um sistema que facilita a durabilidade, quando ela está em contato com diferentes ângulos de quebra e de impactos. Pelo sistema de fixação diferenciado, encontrado junto aos manicotos das motos, o manete oferece mobilidade frontal e posterior.

Nos casos em que ocorrem impactos e quedas, os manetes conseguem movimentar-se sem que ocorra o seu travamento, dificultando o processo que ocorre quando da rigidez de materiais fixos e que se quebram com facilidade, o que não acontece aqui.