icon
Meu carrinho
Carrinho Vazio

PASTILHA FREIO

Comparar Produto
Filtrar

PASTILHA DE FREIO PARA MOTO

 

A pastilha de freio para moto é uma peça que merece toda a atenção e consideração por parte do piloto. Ela é parte integrante do conjunto de freio a disco que conta com pinças, fluído de freio, pistão, disco e cabos.

 

Assim sendo, o sistema de freio da motocicleta precisa mostrar tão ou maior eficiência do que a própria aceleração. Mas também é importante saber que todas as peças de uma moto trabalham em conjunto, ou seja, elas precisam de manutenção constante.

 

O sistema de freio entra em ação quando o pedal ou manete é acionado pelo motociclista, com a intenção de execução da ação de frenagem. Com isso, o fluido de freio desce pelo cabo, indo na direção do pistão de pinça de freio, o que força o movimento.

 

Após esse procedimento, as pastilhas responsáveis por entrar em contato com o disco são deslocadas pelo pistão, fazendo com que o atrito necessário seja atingido, no sentido de travar as rodas.

 

Todo esse mecanismo só funciona do modo correto, se o motociclista usar peças que estejam em boas condições. Em relação às pastilhas de freio, será possível analisar a sua qualidade através da espessura. Caso ela perca o material abrasivo, poderá encostar o ferro da pastilha no próprio disco, causando um ruído extremamente alto.

 

Troca das pastilhas

As pastilhas desgastadas precisam ser trocadas pelo motociclista antes de conseguirem afetar a vida útil do disco. Não existe um período específico de troca, até por conta do desgaste ocorrer muito mais pelo comportamento do piloto do que pela qualidade da peça.

 

Assim sendo, é preciso que o condutor observe bem o seu próprio estilo de pilotagem, ficando atento para realizar a troca a cada 10 ou 1 mil quilômetros rodados. Caso exista alguma dúvida pendente, é ideal consultar o manual do veículo.

 

Uma dica importante é sobre o descarte das pastilhas de freio. Quando for realizá-lo, o ideal é adquirir peças novas em pares, de modo a garantir que a pressão do disco seja uniforme. De todo modo, realizar uma limpeza no disco de freio antes da troca é preciso, utilizando de preferência um agente desengraxante de alta qualidade.

 

Tipos de pastilha

 

Encontrada em diversos materiais, as pastilhas se comportam de diferentes maneiras por conta dessa questão. Abaixo, você confere os três principais tipos (e mais indicados):

 

Cerâmicas

Leves e resistentes, são indicadas para veículos de alta performance. Tendo como composição enchimentos não ferrosos, possuem um desgaste lento, com frenagem mais sensível, sendo resistentes às altas temperaturas.

 

Metálicas

 

Priorizam o melhor custo, muito por conta do desempenho realizado. Fabricada com liga de aço, cobre, ferro e grafite, possui uma boa durabilidade, além de oferecer uma alta eficiência na frenagem.

 

Orgânicas

 

São pastilhas de menor custo, fabricadas com liga de aramida, grafite e resinas sintéticas. Possuem boa resistência térmica, com frenagem silenciosa e baixo custo, além de ser a opção mais acessível entre os três tipos citados.