icon
Meu carrinho
Carrinho Vazio

CORRENTE COMANDO

Comparar Produto
Filtrar

CORRENTES DE COMANDO PARA MOTOCROSS

 

As correntes de comando para moto possuem, basicamente, a mesma utilidade da correia dentada, porém oferecendo um maior tempo de duração, além de ser muito menos elástica que essa segunda.

 

Uma das principais características, e talvez a principal diferença, das correntes de comando está no fato dela oferecer uma perfeita conservação, ao contrário da correia, que tende a se desgastar continuamente durante o uso da moto.

 

Para quem busca praticidade e conforto, principalmente no sentido de evitar maiores gastos com manutenção e substituição de peças, as correntes são a melhor pedida. Elas são projetadas para não serem substituídas durante toda a vida útil do motor.

 

As correias, com o tempo, apresentam a necessidade de substituição, principalmente por ser um procedimento indicado pelo fabricante. Isso ocorre porque, quanto maior o tempo de deterioração, será muito mais acentuado o seu desgaste, levando à quebra, ou patinação da mesma.

 

Já a corrente, além de se mover com polias dentadas, oferece muito mais resistência e durabilidade, como já citado, sendo uma excelente opção para quem deseja ter menos problemas na parte da manutenção.

 

Cuidados

 

As correntes de comando, apesar de serem opções mais lucrativas, exigem uma observação e um cuidado maior por parte do piloto. Apesar do seu circuito ser simplificado, movimentando poucas polias, ela é menos elástica que a correia.

 

Isso interfere na sincronização do virabrequim com o comando de válvulas e, posteriormente, no movimento do alternador e de outros periféricos. Com isso, as correntes acabam precisando da ajuda de segundas correias para que os periféricos se movam.

 

As correntes de comando são comumente usadas em motores maiores, mas existem motos com motores pequenos que podem utilizá-la. Elas são indicadas para os motores OHC ou DOHC, pois nesses elas facilitam a transmissão da rotação do virabrequim para o comando das válvulas, assegurando o sincronismo de abertura e o fechamento das válvulas de admissão e escape.

 

Assim sendo, as correntes de comando oferecem ao motor um funcionamento redondo e silencioso, fazendo com que a roda traseira entregue toda a potência prometida pelo fabricante da moto no ato da compra.