icon
Meu carrinho
Carrinho Vazio

REPARO FREIO

Comparar Produto
Filtrar

REPARO DE FREIO PARA MOTO

 

Serviço considerado bastante habitual, o reparo de freio para moto, também conhecido como reparo de vedação, consiste em um conjunto de borrachas e guarda-pós responsáveis por atuar dentro e fora da pinça de freio.

 

Dessa maneira, ele impede o vazamento no local, por permitir que o pistão da pinça de freio consiga deslizar pelo influxo do fluido de freio. Ele também é responsável pelo retorno do pistão para a posição de repouso.

 

Composição do reparo

 

O reparo de freio para moto conta com peças específicas na sua composição, como o guarda-pó. Ele é utilizado na parte externa, e é responsável por proteger o pistão contra a ação das sujeiras externas.

 

Além disso existe também o anel interno, cujo trabalho é realizado juntamente com o pistão, fazendo com que ele retorne à sua posição de repouso. Finalizando, existem as sanfonas, que atuam protegendo os pinos deslizantes das pinças de freio.

 

Quando realizar a troca do reparo de freio?

 

A troca do reparo de freio se faz necessária em duas situações específicas. A primeira delas é quando o êmbolo da pinça acaba ficando travado ou emperrado, mantendo presa a roda da moto.

 

A segunda situação aparece quando ocorrem vazamentos de fluido de freio na pinça.

 

O que pode danificar o freio

 

Atuando sobre as borrachas de pinça, o reparo de freio é responsável por aumentar ou diminuir o tamanho das mesmas. Por conta de absorver a umidade do meio ambiente, ele perde facilmente as suas características originais.

 

É importante fazer a sua verificação sempre pois, se ele estiver em mau estado, o risco de danificar as borrachas internas da pinça é alto. Ele ainda pode, nessa situação, danificar o êmbolo e a parte interna da pinça, sendo responsável pela sua oxidação. 

 

Verificação

 

É preciso verificar as condições da pinça de freio antes de realizar o seu desmonte para a eventual troca do reparo. É preciso que o parafuso sangrador da pinça não esteja travado ou quebrado, pois isso impede de se fazer a sangria no final do serviço.

 

Outro item a se analisar é a pinça de freio. Se ela estiver quebrada ou trincada, o vazamento pode ter começado por conta disso. Neste caso, a troca do reparo da pinça de freio não poderá ser efetiva.